Artistas illuminati: A Mensagem Enganosa do Vídeo de Miley Cyrus "Mother's Daughter"

Miley Cyrus é o que eu chamo de “artista fantoche”. Isso porque seu trabalho invariavelmente reflete qualquer agenda que precisa ser promovida pela mídia de massa naquele momento específico. De fato, Miley nunca teve seu próprio som, sua própria imagem ou sua própria mensagem. Todo o seu trabalho sempre foi ditado pelos seus manipuladores desde que ela era uma criança quando fazia o papel de Hannah Montana.

Miley Cyrus apareceu recentemente num episódio de "Black Mirror", onde ela fez o papel de uma estrela pop de mente controlada, que não tem controle sobre sua carreira e sua mensagem. Embora sua personagem (chamada Ashley O) falasse sobre "empoderamento" para seus fãs, ela era na verdade uma escrava fortemente medicada que fazia o que seus manipuladores lhe diziam.

Algumas semanas depois do lançamento do episódio de "Black Mirror", Miley lançou "Mother's Daughter" -  um vídeo com um monte de mensagens calculadas. De fato, o vídeo é essencialmente um infomercial patrocinado por grupos poderosos para propagar mensagens sociais específicas.

Antes do lançamento de seu vídeo, Miley postou um ensaio
 fotográfico no Instagram em colaboração com o Planned Parenthood e o
 fotógrafo Marc Jacobs. Nesta foto, Miley lambe um bolo que diz "aborto 
é cuidado com saúde". O fato de que bolos são usados para comemorar
 aniversários, isso se torna um tanto perturbador.

De acordo com fontes da mídia, "Mother's Daughter" é "uma declaração feita em apoio à igualdade de gênero, liberdade e luta contra a discriminação e o assédio sexual". Claro, o vídeo foi imediatamente elogiado por todos na indústria, porque faz parte da agenda de agora, e ninguém pode resistir. Aborto é bom. Gênero é ruim.

No entanto, há mais neste vídeo. Vamos fazer uma análise.

Mother's Daughter

O conceito do vídeo é bastante simples: muitas aparições de ativistas convidados e outras pessoas que apoiam uma agenda específica. No centro de tudo: Miley Cyrus vestindo um traje látex vermelho que apresenta um "acessório" simbólico.

O traje de Miley apresenta uma "vagina dentata" - dentes ao redor dos genitais
 femininos. Esse símbolo antigo e arquetípico pode ser encontrado em várias culturas 
e é geralmente associado a histórias populares de advertência sobre os perigos
 da cópula com as mulheres erradas em risco e emasculação.

Além das histórias folclóricas, a dentata representa adequadamente um aspecto importante da agenda da mídia de massa de hoje: o armamento da feminilidade. É sobre "feminismo" (uma versão distorcida dele) para se criar uma engenharia social. Trata-se de transformar o corpo feminino (com todas as suas qualidades calorosas, receptivas e estimulantes) contra sua própria natureza. Trata-se de radicalizar os gêneros machos e fêmeas e criar divisão entre eles. É sobre transformar a triste realidade do aborto em algum tipo de movimento de poder feminista.

Ao longo do vídeo, muitas mensagens são exibidas na tela. Todas elas têm um estranho teor orwelliano.

"Toda mulher é um motim" - o slogan do grupo 
ativista feminista radical ucraniano Femen. 

Um motim é "uma forma de desordem civil comumente caracterizada por um grupo em um violento distúrbio público contra autoridade, propriedade ou povo". Toda mulher é realmente um motim? Claro que não. Algumas mulheres são pessoas afetuosas, gentis e amorosas que não sentem ódio de tudo. Ao tentar ser "feministas", essas pessoas realmente reduzem e generalizam as mulheres para se adequar à sua própria visão inventada.

Esta próxima mensagem é pior.

"A virgindade é uma construção social".

A mensagem é seguida por uma foto de uma jovem.

De acordo com o Instagram de Miley, esta é uma
 garota de 11 anos chamada Mari de Flint, Michigan. 

Então, vamos descompactar a mensagem "a virgindade é uma construção social". O que isso significa? Como visto em artigos anteriores, há uma tendência preocupante na mídia de massa que incita os jovens a negar fatos verificáveis ​​para abraçar uma agenda social extrema

Aqui está um trecho de um artigo justificando essa linha de pensamento:

"A virgindade não é real. É um fenômeno socialmente construído que policia nossos corpos e nos faz sentir culpados sobre nossa experiência sexual (seja profusa ou inexistente)."
 Lauren Forster, Why Virginity is a Social Construct
O fato de o vídeo mostrar "a virgindade não existe" com uma jovem ao lado é estranho. Será que eles acreditam que as crianças não são virgens?

O vídeo continua com mais imagens estranhas.

O estômago de uma mulher que teve uma cesariana 
é comparável ao zíper de uma bolsa. Isso é um tipo de
 coisa que um psicopata pensaria.

A próxima mensagem no vídeo se torna espiritual.

"O pecado está em seus olhos". Isso é 
um tipo de coisa que um psicopata diria.

A letra da música está na mesma direção peseudo-satânica que a mensagem acima. O primeiro verso fala o seguinte:


Aleluia, sou uma aberração, sou uma aberração, aleluia
Todos os dias da semana, eu vou fazer você como eu quero
Eu sou um crocodilo do Nilo, uma piranha
Como você deve saber, "aleluia" significa "Louvado seja o Senhor" e teologicamente é a mais alta forma de louvor que alguém pode dar a Deus. Combinar essa palavra com "eu sou uma aberração" pode ser interpretada pelos religiosos como uma forma de desrespeito e blasfêmia.

No segundo verso, começamos a entender que tipo de psicopata gostaria dessas mensagens depreciativas.

Aleluia, eu sou uma bruxa, sou uma bruxa, aleluia

Ao longo do vídeo, esse refrão é repetido ad nauseam:


Não foda minha liberdade
Eu vim para pegar alguns
Sou safada, sou malvada
Deve ser alguma coisa na água ou
que eu sou a filha da minha mãe
Miley diz que é malvada porque há "algo na água". Essa é uma teoria da conspiração interessante. Sua outra teoria é que ela é assim porque ela é como sua mãe. Nossa, essa é uma mensagem muito edificante para os jovens!

Falando de bruxa, a mãe de Miley, Tish Cyrus, faz uma aparição no vídeo.

A mãe de Miley aparece no vídeo em muitas ocasiões. Aqui, ela 
usa um vestido estampado felino. Na programação Monarca, estampas
 felinas são usadas para identificar escravos Beta-Kitten... e Miley Cyrus
 é um produto desse sistema. É por isso que Miley descreve sua
 mãe como "vil e má"?

Tish Cyrus vestida com Chanel. Riqueza 
material temporária para vender a alma da filha.

O vídeo também apresenta outros "convidados".

O skatista Lacey Baker usa uma camiseta que diz "Eles".
 Em um mundo sem gênero, usar ele/ela é considerado ofensivo.

Casil McArthur, um ativista trans
 que fez cirurgia para remover os seios.

Aaron Phillips é descrito como uma "garota 
negra em uma cadeira de rodas, e ele é trans".

Esse vídeo está celebrando a "diversidade" ou a explorando? Como foi dito inúmeras vezes nos artigos anteriores, todos têm o direito absoluto de viver de qualquer maneira que os faça felizes e confortáveis. Mas há uma linha tênue entre aceitar pessoas e caçar pessoas "diversas" e explorá-las em vídeos como se fossem aberrações, para sinalizar virtude.

Apesar de alegarem "inclusão", vídeos como esse na verdade reduzem as pessoas a atributos como "trans" ou "deficiente".

Esta imagem final resume o vídeo inteiro.

Miley fazendo cosplay de Joana d'Arc.

Essa imagem transmite poder? Ou exatamente o oposto? Miley senta em um cavalo de carrossel que significa andar em círculos. Ela usa adereços de estúdio falsos como uma armadura. Miley não está liderando ninguém a lugar nenhum. Ela é uma estrela pop altamente controlada em um estúdio que está recebendo ordens de um diretor (que é um homem branco, a propósito).

O refrão pode dizer "Não foda com a minha liberdade". No entanto, aqueles que a possuem nunca lhe deram nenhum pouco de liberdade.

Conclusão
"Mother's Daughter" não é arte. É propaganda e doutrinação. Em apenas alguns minutos, esse vídeo consegue misturar a obsessão da elite oculta com o aborto, confusão sobre identidade de gênero e satanismo. Não vamos esquecer o fato de que eles acreditam que a virgindade é uma "construção social".

No final, por trás de todas as sinalizações de virtude e chavões, esse vídeo na verdade celebra apenas uma coisa: a corrupção de tudo que é puro e sagrado.
Share on Google Plus

About Fernando Ramos

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 Comments :

Postar um comentário

Por favor, note que os comentários são moderados e que todos
os spams, insultos, proselitismo e discursos de ódio serão removidos.